17.5.13

Resenha: Em Chamas


Em Chamas - Suzanne Collins
413 páginas


- Coitado do Finnick. Por acaso, essa é a primeira vez na vida que você não está com a aparência bonitinha? – digo.
- Deve ser. A sensação é completamente nova. Como foi que você conseguiu lidar com isso ao longo de todos esses anos? – pergunta ele."


O segundo volume da trilogia Jogos Vorazes começa alguns meses depois do final dos Jogos onde Katniss e Peeta saíram vitoriosos.
Ao voltar para o Distrito 12 e reencontrar Gale, Katniss não consegue definir seus sentimentos, tanto por ele quanto por Peeta. Apesar de todas as dúvidas, a Turnê da Vitória irá começar e ela terá que convencer a todos de que eles ainda são um casal apaixonado.
Para piorar a situação, a simulação de suicídio encenada por eles no final dos Jogos desencadeou o que pode ser o início de uma grande revolta em Panem.
Agora, o homem mais poderoso do país só pensa em uma forma de eliminar Katniss, que se tornou o símbolo da revolução, sem alimentar a fúria da população. E parece que ele encontrou a solução ideal para esse problema...

É impossível falar sobre Em Chamas sem encher essa resenha de spoilers, portanto vou me apegar às minhas impressões gerais sobre o livro.

Como falei na resenha de Jogos Vorazes, eu tinha esperanças de que Suzanne se aprofundasse mais sobre a vida nos outros onze distritos, mas, infelizmente, me enganei.
Sei que não sou ninguém para criticar as escolhas de uma autora tão bem sucedida, mas acredito que se os demais distritos fossem melhor explorados, a obra em si ficaria mais interessante.
A verdade é que o começo do livro é monótono demais pro meu gosto.

A história ganha um tom mais emocionante quando é revelado o castigo que o Presidente Snow preparou para Katniss e Peeta por causa do que foi considerado um ato de rebeldia no final dos Jogos.
Infelizmente eu não posso dizer muito mais sem estragar as surpresas para quem ainda vai ler Em Chamas, então só afirmo que o último terço do livro é empolgante e compensa todo o tédio do começo.

Nós também somos apresentados a novos personagens, sendo que Finnick certamente se destaca entre eles. Ele é esperto, forte e corajoso, o que faz com que Peeta se pareça uma criança imprestável em determinados momentos.
Essa impressão sobre Peeta também me desagradou bastante, e só o que espero para o próximo volume é que a autora dê mais crédito a ele. Tanto porque, de acordo com seu final nesse livro, ele é o personagem que tem mais potencial para deslanchar.

No mais, o que posso dizer é que gostei de Em Chamas, principalmente do final. Mas, em minha opinião, ele não supera Jogos Vorazes de forma alguma.

4 comentários:

  1. Te indiquei para responder uma tag http://momentoliterario1.blogspot.com.br/2013/05/tag-e-selinho.html

    ResponderExcluir
  2. Também acho Jogos Vorazes melhor do que Em Chamas, apesar de a trilogia inteira estar na lista dos favoritos. "Nós também somos apresentados a novos personagens, sendo que Finnick certamente se destaca entre eles. Ele é esperto, forte e corajoso, o que faz com que Peeta se pareça uma criança imprestável em determinados momentos." O que é isso moça? Que bullying é esse? Shuashuash, e o pior de tudo é que é verdade. Mas continuo amando o Peeta. Meus dedos estão quase coçando pra eu contar um spoiler sobre A Esperança, mas JAMAIS que eu vou tirar a magia do último e, na minha opinião, melhor livro da trilogia. Apenas acho que você vai chorar muito, como eu.

    Beijos, Gloria, Leitura e Pipoca.
    http://leituraepipoca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gloria, sua malvada! Como assim eu vou chorar muito??? O Peeta morre??? Pelo amor de Deus, se for isso eu rasgo meu livro pq ele é meu personagem preferido da trilogia!
      PS: se com um amassadinho eu quase morro, imagina se eu iria mesmo rasgar um livro! hehe

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...