4.5.13

Resenha: Post Mortem


Post Mortem - Patricia Cornwell
304 páginas


"Começava a sentir medo de ir para cama, medo dos momentos no escuro, antes de dormir, temendo o que aconteceria se eu permitisse que minha mente relaxasse e, portanto, abaixasse a guarda. Não conseguia parar de ver as imagens de Lori Peterson. O dique se rompera, minha imaginação fluia descontroladamente, despejando uma imagem mais terrível do que a outra, em sequência."


Um serial killer assombra a cidade de Richmond, estuprando e matando mulheres dentro de suas próprias casas. Kay Scarpetta é a médica-legista responsável por examinar os corpos das vítimas. A única pista que o assassino deixa é uma substância misteriosa, a qual brilha sob a luz de um laser, que fica impregnada nos cadáveres.

A história tinha potencial, mas a narrativa se mostrou bastante cansativa.
A autora, Patricia Cornwell, perdeu muito tempo detalhando questões técnicas de medicina. Por exemplo, ela explica, com detalhes, como um DNA é examinado para que se descubra se o sujeito tem a Doença Urinária Xarope de Bordo.
Post Mortem se resume a isso: ou gira em torno dessas 'aulas de medicina', ou os personagens ficam debatendo sobre a tal substância brilhante, ou Kay está tentando lidar com sua sobrinha, descrita como um pequeno gênio, mas que eu definiria como bipolar e mimada.
O personagem mais promissor da história é o sargento Marino, mas, infelizmente, só fica na promessa mesmo...

Outra coisa que me desagradou foi o fato desse ser um livro extremamente parado para um thriller policial.
As descobertas ficam, todas, para os dois últimos capítulos, e, mesmo assim, é tudo muito mal explicado.
Eu adoro os livros que me levam a acreditar em uma determinada teoria e depois me surpreendem, e parece que foi isso que a autora tentou fazer, mas não conseguiu. A impressão que tive foi que ela tirou um assassino inventado de última hora do bolso e pronto!
Infelizmente, a tão comentada Dra. Scarpetta não passou de uma decepção pra mim.

4 comentários:

  1. Olá Michelly
    Estava tão animado para ler algo da Patricia =/ Mas sua resenha está ótima, sinceridade acima de tudo! =)

    Obrigado pela visita no meu blog, já estou te seguindo.

    Lucas / Era uma vez
    livrosecontos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez outros livros dela sejam melhores, Lucas, mas esse eu não gostei mesmo não... :/

      Excluir
  2. Agora fiquei na dúvida rsrsrs. Adoro livros policiais estilo Agatha ou Harlam.

    Ótimo texto!

    Gabriel - umpapoentrepaginas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb adoro! Por isso me decepcionei tanto com Post Mortem!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...