14.7.13

Semana Especial Contos de Fadas #10

Para encerrar com chave de ouro, proponho um debate sobre o tema desse especial.
Dizem por aí que os contos de fadas podem incitar o machismo na cabeça das crianças. Você concorda com isso?

Tudo bem que na maioria desses contos a princesa fica lá na dela, cuidando da casa, dos anões ou dormindo, enquanto o príncipe está enfrentando dragões, escalando torres e desbravando florestas em busca da frágil moça. Ou seja, é o homem que se mostra forte e chega para que, aí sim, a princesa possa ser feliz pra sempre.
Porém, temos que levar em conta que essas histórias começaram a ser contadas há muito tempo atrás, quando a cultura, crenças e até a forma de encarar a religião eram outras. Naquela época as mulheres eram submissas, sim, porém não por causa dos contos de fadas, mas porque a sociedade era machista.

O que estou querendo dizer é que os contos de fadas não foram os responsáveis por influenciar o machismo na sociedade. Ao contrário, esses contos só possuem características machistas por causa da época em que surgiram.

Hoje, as crianças crescem em uma sociedade completamente diferente, onde a mulher não é mais o sexo frágil, visto que tomou as rédeas de sua própria vida e conquistou sua independência. Nós ocupamos altos cargos, somos, muitas vezes, arrimo de família e definitivamente não acreditamos mais em príncipes encantados.
Na verdade, nunca acreditamos.
O que a mulher sempre quis foi um homem decente, fiel e que a ame. E não venha me dizer que isso é a utopia do príncipe encantado, porque existem homens assim, sim! Se você não acredita, me desculpe, mas está caindo em um discurso feminista, o que é tão ruim quanto um discurso machista.

Pois bem, crescendo nessa sociedade com essas mulheres que descrevi acima, você realmente acredita que os contos de fadas terão alguma chance de convencer as crianças que o legal é pensar como as pessoas lá do início dos tempos? Não, gente. Eles não têm esse poder.

A influência dessas histórias na vida de uma criança depende de sua condição psicológica e do contexto que ela vive. Em outras palavras: depende dos pais.
Uma coisa é deixar a menina assistir A Bela Adormecida e depois conversar com ela sobre o que ela assistiu ou dar exemplos inversos, mostrar as diferenças entre a menina e a personagem. Outra coisa é apanhar do marido enquanto a menina assiste A Bela Adormecida, não tomar atitude nenhuma e colocar a culpa da submissão da pobre da criança na pobre da princesa.

A educação e o futuro dos filhos cabe aos pais. Tá gente, ao governo também que tem que dar uma educação de qualidade e tudo mais, mas o papo aqui é outro...
Respondendo ao questionamento que fiz lá em cima, não, eu não concordo.
Não vai ser um conto de fada que vai tornar uma criança machista, mas sim o meio no qual ela vive e as suas condições psicológicas é que vão favorecer ou não isso.
Estão comigo nessa ou não? Opinem também!

10 comentários:

  1. As pessoas não tem mais o que inventar. Não concordo mesmo. Se as crianças tiverem uma educação decente por conta dos pais e do governo, não terá nada que á influenciará.

    Beijos
    http://slothreaders.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb é o que penso, Rafa! Hoje em dia o mundo está muito hipócrita!

      Excluir
  2. Mi tem uma tag lá no blog para você =D
    http://slothreaders.blogspot.com.br/2013/07/tag-preguica-5.html

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Mi,
    Nossa, quem diria que iam implicar até com os contos de fadas. Que coisa chata!
    Nunca ouvi dizer que uma criança se influenciou porque assistiu a um desenho.
    E hoje passeando pelo facebook vi uma postagem relacionada a contos de fadas que lembrei de tu...
    Era dizendo que a Disney vai colocar no ar em 2014 um conto aonde as personagens são lésbicas. o.O'
    Bem, eu não tenho opinião formada sobre isso, mas se tu quiser da uma pesquisada depois...
    Se bem que eu acho que a semana de contos de fadas acabou hoje né. Mas sei lá, vê depois!

    Beijo

    http://elaeseuslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A semana especial já acabou sim, mas é sempre bom saber dessas novidades, Jé! Obrigada por avisar, vou procurar sobre isso!

      Excluir
  4. Oi, Mi! :)
    Concordo plenamente com o que você falou. De maneira nenhuma os contos de fada vão influenciar uma visão machista nas crianças, se a educação e o exemplo que elas tem dentro de casa, demonstram o contrário disso.
    Beijos!

    Café com Leituras!
    http://cafecomleiturasneriana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho a opinião de que os contos de fadas nada mais são que histórias para se sair do real. Os contos de Fadas foram baseados em acontecimentos da antiguidade, da época, por isso tem o homem como o "fortão" e a mulher como o "ser frágil". Mas acima de tudo isso, demonstra-se o amor, que é o principal tema para a maioria dos contos, se não todos. Ninguém vai se influenciar por um simples conto, mas sim vai pensar e refletir, sair do real e entrar em algo novo e fantasioso - fantástico - e aprender a ter seus próprios argumentos, suas próprias conclusões e montar o seu próprio caráter, mas tudo a partir do senso critico que a leitura de um simples conto pode proporcionar.

    GabryelFellipeealgo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E esse senso crítico quem tem que ajudar a desenvolver são os pais... É muito fácil colocar a culpa nos pobres contos, né?! :)

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...