4.8.13

Resenha: O Último Olimpiano


O Último Olimpiano - Rick Riordan
384 páginas


"O fim do mundo começou quando um Pégaso pousou no capô de meu carro."


Depois de muitos altos e baixos, eu estava curiosíssima para saber como Riordan iria concluir sua série de maior sucesso. E, enfim, chegou a hora da verdade!

Durante toda a saga senti que os livros prometiam muito no começo, mas acabavam de uma forma meio boba, com os problemas sendo resolvidos da maneira mais simples possível. Isso foi me desanimando a ponto de nem os vários pontos positivos que encontrei, como a narrativa bem humorada do autor, terem sido suficientes para me prender, de verdade, à história dos semideuses.
Eu estava realmente apreensiva com o final da saga, mas eis que Rick Riordan resolveu esfregar na minha cara que podia, sim, dar um desfecho surpreendente à disputa entre olimpianos e titãs.

O Último Olimpiano já começa pegando fogo. Literalmente.
Logo no primeiro capítulo temos uma baixa importante, o que foi a primeira surpresa, pois sempre achei o autor muito apegado a seus personagens. Inclusive, os dois livros da série que mais gostei, esse e A Maldição do Titã, têm mortes importantes.
Isso pode dar a impressão de que eu gosto mesmo é de ver a galera morrendo, só que não é pela questão lúgubre da coisa, mas certas despedidas, por mais que sejam dolorosas, são necessárias para o rumo da história.
Além do mais, quem não gosta daquela sensação de murro no estômago que nos acomete quando algum personagem importante veste o paletó de madeira? Ah, eu gosto...

Depois de descobrir o conteúdo integral da Grande Profecia, Percy vai atrás de informações sobre o passado de Luke, que agora hospeda o espírito de Cronos em seu corpo. É então, durante essa busca, que o semideus é traído mais uma vez e acaba se metendo em confusão. Apesar disso, ele descobre uma forma - bem dolorosa, por sinal - de lutar contra o titã de igual para igual.
Passado o sufoco - o primeiro deles, né - todos os semideuses vão para Manhattan defender o Olimpo. Eu disse todos? Ah, não, deveria ter dito quase todos, já que Clarisse e o chalé de Ares decidem ficar no Acampamento. Assim a luta começa, sem a ajuda dos filhos de Ares e dos próprios deuses, que a essa altura estão tentando impedir que Tifão acabe com a cidade.
O ritmo da narrativa foi outro ponto que me surpreendeu. Riordan intercalou momentos de ação com trechos mais calmos, e até fofos, como as cenas entre Percy e Annabeth.
É visível que os dois estão apaixonados e eu fiquei o tempo todo desejando que alguém se declarasse! Mas no meio de uma batalha daquela magnitude não havia espaço para declarações de amor...

Ao contrário dos outros volumes da saga, dessa vez cada desafio que nosso herói teve que enfrentar foi bem trabalhado.
Os monstros prometiam muito, mas não foi tão fácil assim derrubá-los como acontecia nos outros livros. Em alguns casos, inclusive, Percy nem foi o salvador da pátria.
Mais um ponto pro autor!

Finalmente, chega o momento do confronto entre Percy e Cronos, e é aí que a gente separa os meninos dos homens!
Confesso que imaginei quem seria o herói mencionado na Grande Profecia, mas a solução que Rick Riordan encontrou para finalizar sua série foi muito melhor do que eu esperava.

No final das contas, minhas expectativas negativas com relação a O Último Olimpiano foram frustradas, e acabei perdoando todos os erros que Rick cometeu durante a série.
Fechei o livro com um sorriso no rosto. E não é isso que importa?

8 comentários:

  1. Oi Michelly :)

    Bela resenha viu parabéns, realmente mesmo com os erros da obra o que importa e fechar o livro com aquele ar de missão boa e comprida ;)

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Riordan mandou bem com esse final... Me surpreendeu! hehe

      Excluir
  2. Bem eu amo a serie e se encontrei falhas já esqueci delas só tenho boas lembranças dos livros, agora estou louca pra ler A marca de Atenas e o próximo que vai ser lançado

    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que esperava muito da série, Taty, e quando é assim é bem mais fácil a gente se decepcionar... :/ Mas não é que eu odiei não, só não achei aquela coisa que todo mundo fala, entendeu?! :)

      Excluir
  3. Oi Michelly, já li todos os outros 4 livros da série e estou morrendo de vontade de ler este. Acho que ainda este mês eu consigo ler hahaha Ótima resenha, parabéns!
    Te marquei em um selinho/tag lá no meu blog. Se puder responder ficarei feliz (:

    http://booksever.blogspot.com.br/2013/08/selo-versatile-blogger-award.html

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Filipe! Pelo elogio e pela tag! Estou um pouco atrasada com minhas tags, então vou demorar um pouco mas vou responder sim!!! :)

      Excluir
  4. Adorei a resenha Mi *-*
    Sim, o final de PJO é fantástico xD

    Preparada para embarcar em Heróis do Olimpo? :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais ou menos, Biel... Vou dar um tempo de Percy agora. Antes vou ler As Crônicas dos Kane! Espero que eu goste!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...