9.10.13

Autor parceiro: Marcelo Hipólito

Mais um autor acabou de entrar pro time de parceiros do blog: Marcelo Hipólito. Ele é tão talentoso que já foi indicado a um prêmio internacional! Vem comigo conhecer o Marcelo, te garanto que você não vai se arrepender.

 

O paulista Marcelo Hipólito é autor dos livros Lúcifer: O Primeiro Anjo, lançado em 2006; Osíris: Deus do Egito, lançado em 2009 e O Mago de Camelot: A Saga de Merlin Para Coroar um Dragão, lançado em 2013.

O escritor também participa das antologias Fiat Voluntas Tua e Metamorfose: A Fúria dos Lobisomens.

Além disso, é autor do e-book Dullahan: Os Cavaleiros Sem Cabeça e coautor de diversos contos publicados em língua inglesa, nos Estados Unidos, Reino Unido e Espanha. Entre esses contos se destaca Eternal Grief, indicado para melhor conto de horror nos Estados Unidos, em 2003, pelo Preditors & Editors Readers Poll.

Hipólito também dirigiu três filmes de curta-metragem de ficção,  é roteirista de cinema e produtor de teatro.





De uma infância pobre e sofrida à irresistível ascensão aos salões dos grandes reis; de um começo sem esperanças ao despertar de um poder inigualável e temido, Merlin vem a se tornar o homem mais influente da Idade das Trevas. Confidente supremo do rei Artur e maior conselheiro da corte de Camelot. Misterioso e enigmático. Amado e odiado. Druida, monge e mago. Na Britânia do Século V da Era Cristã – abandonada pela queda do Império Romano à barbárie dos invasores saxões –, Merlin surge para impor um novo tipo de rei a um povo abatido e desesperado, alterando, para sempre, não apenas o destino dos britânicos, mas de toda a humanidade. A saga de um homem determinado a erigir uma civilização de paz e justiça numa terra devastada pelo caos e pela guerra irrompe em uma aventura épica e brutal que equilibra realismo duro com doses amargas de magia.

 


Rá, o Deus-Sol, tinha o Universo sob seu comando. Ele herdara o extremo poder do pai, Atum, a divindade que criara a si mesma. Dos raios incandescentes de Rá nascem seus filhos-irmãos, dos quais ele toma a mais graciosa das beldades por esposa: Nut, Deusa do Céu. Nut, porém, seria o arauto da ruína. Dominada por uma paixão irreprimível, ela se entrega a Geb, o Deus da Terra, também filho-irmão de Rá. Tomado de fúria, Rá condena Geb às trevas eternas. Com a reclusão de Geb, o grande protetor da terra, o mundo torna-se sombrio, um lugar de barbárie e caos. Osíris é um dos filhos de Geb e Nut , lançados a terra desolada, amaldiçoados a padecerem sob a frágil forma humana e provarem os males e as dores da carne. Mas o infortúnio dos amantes Nut e Geb propiciaria a vinda do Messias, o nobre Osíris, rei do Egito. Nesta envolvente aventura sobre a história do primeiro reino na Terra, Marcelo Hipólito resgata as fascinantes lendas e tradições do Egito Antigo. 






Para a criação do épico Lúcifer - O Primeiro Anjo , o escritor Marcelo Hipólito realizou uma extensa e detalhada pesquisa baseada em descobertas arqueológicas e nos ensinamentos do Taoísmo, Budismo, Judaico-cristianismo, Islamismo, Bramanismo, entre outras crenças e filosofias milenares. Do surgimento de Deus à ruína de toda a existência, Lúcifer - O Primeiro Anjo revela a verdadeira natureza do Bem e do Mal, o sentido da Vida, e da Morte, e que mesmo no Inferno é possível encontrar honra e sacrifício. Hipólito preenche as lacunas das narrativas milenares que envolvem Deus e Lúcifer, combinando imaginação e realismo, no esforço de reunir todas as inúmeras - e por vezes conflitantes - versões dessas lendas em um único livro.






Acompanhe agora a entrevista que fiz com o autor.

Fale um pouco de você para os leitores.
Sou autor dos romances O Mago de Camelot: a saga de Merlin para coroar um dragão (Novo Século, 2013), Osíris: deus do Egito (Marco Zero, 2009) e Lúcifer: o primeiro anjo (Marco Zero, 2006).
Já participei de antologias e escrevi o e-book Dullahan: os cavaleiros sem cabeça (Navras Digital, 2013). Tenho contos publicados em língua inglesa, nos Estados Unidos, Reino Unido e Espanha, dentre os quais se destaca Eternal Grief, indicado para melhor conto de horror nos Estados Unidos, em 2003, pelo Preditors & Editors Readers Poll.
Já dirigi três filmes de curta-metragem de ficção e trabalhei como roteirista de cinema e produtor de teatro.

O que te inspirou a se tornar escritor?
Por volta dos doze anos de idade, tive uma professora de português que me incentivava muito a escrever. Foi a primeira pessoa a enxergar que eu podia desenvolver nesse sentido. E, até hoje, procuro me aprimorar, pois acredito que sempre podemos evoluir no nosso ofício.

Conte-nos um pouco sobre O Mago de Camelot.
O Mago de Camelot é o meu terceiro romance. Trata-se de um épico de aventura e fantasia que aborda uma das minhas histórias favoritas: a lenda da Távola Redonda, de Camelot, do rei Artur e, claro, de Merlin, que é o centro narrativo do livro: sua vida, luta, vitórias e derrotas para coroar um rei melhor para uma terra castigada por guerras e invasões. É uma lenda imortal, tristemente bela e emocionante.

Seu primeiro livro foi Lúcifer: O Primeiro Anjo. Você teve dificuldades para publicá-lo?
Acho que não mais do que o normal. Na época, tive o convite de três editoras para publicar o livro. Acabei optando pela Marco Zero (do grupo Nobel) que me pareceu dispor da melhor proposta.

Você também é coautor de diversos contos publicados em inglês, sendo que um deles, Eternal Grief, foi indicado pelo Preditors & Editors Readers Poll para melhor conto de horror nos Estados Unidos em 2003. Como foi essa experiência?
Muito proveitosa. Eu pretendo voltar a escrever para o mercado internacional e uma indicação vale como uma credencial que você tocou leitores de outros países e culturas.

Tendo em vista sua participação em antologias, qual é a sensação de dividir espaço com outros autores?
A melhor possível. O investimento de tempo e esforço numa antologia é infinitamente menor do que num romance. Logo, se torna uma forma leve e divertida de contar uma história, na companhia de pessoas interessantes.

Em que medida seu trabalho como roteirista de cinema e produtor de teatro influenciam na sua escrita?
Sempre gostei de escrever, mas estudei cinema e escrevia roteiros de filme. Porém, lenta e gradualmente, fui atraído pela noção de passar de uma obra de criação coletiva (cinema) para individual (livro), uma vez que você acaba exercendo um controle maior sobre o resultado final.

Quais autores você usa como referência? Tem algum preferido?
Não tenho exatamente autores de referência, mas J.R.R. Tolkien é o meu preferido. Ele é o maior dos autores do gênero fantástico.

Quais obras, além das suas, você indicaria para os leitores do blog?
Meus outros dois romances épicos: Lúcifer: o primeiro anjo e Osíris: deus do Egito. Além do meu e-book de suspense e fantasia Dullahan: os cavaleiros sem cabeça. Mais informações sobre minhas obras (inclusive, trechos dos livros para degustação), estão disponíveis no meu site: www.marcelohipolito.com

Seu próximo trabalho como escritor já está definido?
Sim, mas ainda é segredo (risos).

Qual mensagem você deixa para quem deseja se tornar escritor algum dia?
Leia muito. Todo escritor é antes de tudo um leitor voraz. 

Conheça o site do autor.
Conheça o Facebook do autor.
Conheça o Twitter do autor.
Adicione os livros do autor no Skoob.
Assista ao Book Trailer de O Mago de Camelot.

12 comentários:

  1. Que parceria maravilhosa!!!!!!
    Parabéns e que renda muitos frutos para os dois :)
    beijos
    http://www.letrasdanana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela parceria e sucesso para o blog. Se ele tem Tolkien como uma inspiração já parte de um ótimo de ponto.

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acabei de ler o livro dele hoje, Isa, e dá pra ver que ele se inspira no Tolkien msm! Achei mt bom!

      Excluir
  3. Boa Sorte com a parceria e achei muito interessante os livros do autor citado. Dê uma olhada no meu blog : http://eujaliesselivro.blogspot.com/ estou seguiindo... blog maravilhoso, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriela! Os livros dele são interessantes mesmo! Vou lá conhecer seu blog agora mesmo... :)

      Excluir
  4. Adorei a parceria! Não conhecia o Marcelo, e achei a entrevista muito boa.
    É tão legal conhecer "o outro lado" dos escritores...
    Beijos

    www.meumeiodevaneio.com.br

    ResponderExcluir
  5. Mi! :)
    Parabéns pela nova parceria. \o/
    Estou participando de um BT do livro dele, O Mago de Camelot, e acho que tem tudo para eu adorar. Depois quero ver sua resenha também. :)
    Beijos!

    Café com Leituras!
    http://cafecomleiturasneriana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já li o livro, e é mt bom, Neri! Acho que vc vai gostar! Logo logo vai ter resenha dele aqui...

      Excluir
  6. Oi amiga parabéns pela parceria eu adorei o livro dele, tem resenha lá no blog depois me diz o que achou!
    Ele escreve super bem!
    bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...