21.10.13

Resenha: A Seleção


A Seleção - Kiera Cass
368 páginas


“Eu parecia radiante, esperançosa, linda. Dava para notar que eu estava apaixonada. E algum imbecil achou que era pelo príncipe Maxon.
Minha mãe gritou na minha orelha. May deu um pulo, espalhando pipoca para todo lado. Gerad também se empolgou e começou a dançar. Meu pai… É difícil dizer, mas acho que ele escondia um sorriso por trás do livro.
Perdi a expressão no rosto de Maxon.
O telefone tocou.
E não parou de tocar por dias.”


Onde antes ficava os Estados Unidos da América, hoje existe a Illéa, uma nação que tem a monarquia como forma de governo. Nesse novo país, a sociedade é dividida em castas separadas de acordo com as condições econômicas de cada um.
De tempos em tempos, um concurso chamado A Seleção é organizado para que o príncipe escolha sua futura esposa. Lógico que todas as garotas sonham em conquistar o coração do príncipe e, de quebra, a coroa (não necessariamente nessa ordem), menos America Singer...
Nossa protagonista é uma cantora da casta Cinco que não tem uma vida de luxos, mas sobrevive apesar das dificuldades. Ela é apaixonada por Aspen, seu namorado secreto há dois anos. O problema é que o rapaz pertence à casta Seis, e, como se não bastasse sua condição ainda mais humilde que a de America, ele é o responsável por cuidar de sua família desde que o pai morreu.
Aspen, vendo que, provavelmente, não terá condições de dar uma vida que ele julga digna para sua namorada, a incentiva a se inscrever na Seleção. Relutante, America atende o pedido do rapaz, afinal, que chance ela teria de ser sorteada para participar?
Mas adivinha! Ela é escolhida para ser uma das 35 garotas que irão para o palácio conviver com a família real e tentar conquistar a simpatia do príncipe Maxon.
America vai, entretanto tem certeza que será eliminada rapidamente e poderá retomar sua vida, porém, o que ela não esperava era que Maxon não é a figura arrogante e fútil que imaginava. Ao contrário, o príncipe é bondoso e justo, e America acaba se apaixonando por ele.
Mas, como ela pode se apaixonar por Maxon, se já ama Aspen? E como essa história vai terminar? Aí vocês terão que ler A Seleção para descobrir...

Não consigo definir se gosto ou não de America. Ela é forte, não é nada fútil e, o melhor, mimimi não é com ela. Porém, America é muito abusada, o que não é legal em certos momentos.
Eu não gosto de personagens submissas, mas existe uma diferença entre ser submissa e respeitar a hierarquia, e, se ela vive em uma monarquia, ela tem que respeitar seus monarcas. Mas a protagonista não respeita Maxon em momento nenhum do livro, falando com ele com grosseria e se achando muito íntima, o que me irritou um pouco.
Maxon, por sua vez, é educado e gentil. Um verdadeiro príncipe. Com certeza é meu personagem preferido dessa história. O desconforto dele com a Seleção é visível, assim como sua preocupação com os menos favorecidos, que foi o que mais me cativou.
Indo para o outro lado do triângulo amoroso, achei Aspen confuso e orgulhoso. No começo ama America e está disposto até a pedir a moça em casamento. Depois resolve que não é bom o suficiente para ela. Aí, quando ela já tá lá, numa boa, no palácio, ele resolve que vai lutar por seu amor. Eu hein, decide logo se você é um coitadinho ou se vai enfrentar os problemas de cabeça erguida, rapaz!

Apesar desse livro ser classificado como distópico, acho que o gênero que o define melhor é o romance, pois a única característica de uma distopia que ele apresenta é o fato de acontecer em um país cuja sociedade é parcialmente controlada.
E, mesmo tendo traços totalitários no governo de Illéa, o foco da narrativa é o reality feito para conquistar o príncipe, e a consequente aproximação entre Maxon e America, formando um triângulo amoroso com Aspen.
Até existem grupos de rebeldes que atentam contra o poder vigente, mas eles não têm muito destaque na trama. Apenas pequenas aparições.
Lógico que isso não desabona a narrativa de Kiera Cass, que é leve e envolvente. Esse é um livro gostoso de ler, sem muita complexidade e que realmente nos distrai.
A interação das concorrentes no palácio ocorre bem da forma que imaginei que seria quando um grupo de garotas estão vivendo sob o mesmo teto, em busca do título de futura rainha. Algumas se dão bem, outras são insuportáveis (oi, Celeste?).

Se você gosta de coisas bonitas, contos de fadas e romance, com certeza vai gostar de A Seleção. E se você não liga pra essas coisas, leia também, porque o livro, sobretudo, fala das relações entre as pessoas e as consequências de nossas escolhas.
Espero que A Elite chegue logo aqui em casa, porque estou curiosa para descobrir como será a segunda parte da escolha do nosso amado príncipe.
Não preciso nem dizer que sou team Maxon, né?!

27 comentários:

  1. Confesso que comprei esse livro por causa da capa que é linda!!!!!!!!!!!!
    Estou com muita vontade de ler essa serie que parece ser muito boa.

    Bjus
    http://infinitoparticulardoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é linda mesmo! E a lombada fica linda na estante, vc já reparou?

      Excluir
    2. Fica mesmo!
      De longe é o livro que mais chama a atenção quando se olha entre outros.
      Estou amando olhar pra minha estante e ser instantaneamente atraído pra ele.
      Dá vontade de ler, mas to lendo outros na frente...

      Excluir
  2. Eu adoro esse livro, mas a continuação é ainda melhor, rsrsrs... Também fico em dúvida com relação a América, mas enfim... Acho que ela é como a maioria das personagens adolescentes...

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Isa! Todo mundo diz que o segundo é melhor, então não vejo a hora de ler!

      Excluir
  3. Sempre quis ler esse livro, ainda mais por se tratar de distopias, que eu amo tanto. O único problema é minha pilha de leitura, que está enorme (atualmente 49 livros!) e também, por se tratar de uma trilogia. Acho que vou esperar lançar todos para poder comprar e quem sabe também não compro em inglês xP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu consegui dar um jeito na minha pilha. Faltam só dois pra eu acabar a meta que propus, pra enfim poder voltar a comprar livros! kkkkk

      Excluir
  4. Hey Michelly, tudo bem?
    Eu gosto muito de A Seleção e também mal vejo a de A Elite aparecer aqui em casa! ahaha
    Sim, eu concordo com você em relação a América, apesar de ser abusada e as veze até meio inconveniente eu gosto dela. Simplesmente gosto. O Aspen é meio difícil pra mim, eu entendo o lado dele, mas não gosto do lado dele. Meio complicado, né? Bem, quero logo ler a continuação.
    Beijocas,
    Cindy, Livros e Piratas. Visite o blog! c:

    ResponderExcluir
  5. A resenha me deixou ainda mais curioso.
    Fui comprar Teorema Catherine e acabei comprando A Seleção.
    Não vejo a hora de começar a ler.

    casarvore.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tentei ler Teorema e não gostei. Agora tô tentando de novo... Até agora tá indo, vamos ver no que vai dar! hehe

      Excluir
  6. Todo mundo vive falando desse livro, mas estou bem relutante para ler, já que o último da trilogia ainda não foi lançado. Acredito que começarei só depois de ter todos no Brasil.
    Gostei muito da sua resenha. O Maxon parece encantador!

    Beijos,
    Livro de Unicórnios

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já estava muito curiosa, não ia aguentar até sair o último... hehe

      Excluir
  7. Sou apaixonada por "A seleção", Michelly *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei bastante, Carol! Agora quero ver o que vou achar de A Elite...

      Excluir
    2. É ótimo também *-*
      Até mais que "A seleção"!

      www.portaoazul.blogspot.com

      Excluir
  8. Nossa.. já ouvi tantos comentários legais sobre esse livro, e sua resenha não me deixa dúvidas de que ele deve ser lindo de ler.
    Vai pra wishlist, claro!

    Beijos

    www.meumeiodevaneio.com.br

    ResponderExcluir
  9. Mi, acho que só faltava você mesmo falando bem desse livro para eu me render e lê-lo também. Pronto! mais dois que quero na minha estante, até para saber como vai ficar a lombada deles. Kkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!
    Eu lê-los em breve. :)
    Beijos!

    Café com Leituras!
    http://cafecomleiturasneriana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu falo muito dessas lombadas, né?! kkkkkk... Não sei que esquisitice é essa, mas eu gosto tanto de lombadas que já comprei livro por causa dela!

      Excluir
  10. Peraí... você falou "America". É o nome dela... ou a garota está representando um país?
    :::::: {A Fake Blog} | @suzidono

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o nome dela msm! kkkkk... É em homenagem ao extinto EUA, segundo fala lá no livro...

      Excluir
  11. To lendo A Elite Mi, to gostando mais do que gostei de A Seleção. E acredite, estou começando a gostar do Aspen, apesar de ainda preferir o Maxon haha.

    http://leituraepipoca.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que o Aspen vai se tornar mais suportável pra mim tb?! Tomara!

      Excluir
  12. Descobri este livro fazendo umas pesquisas no skoob, agora com a sua resenha, minha vontade de ler ele aumentou ainda mais! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito legal, Nicky! Divertido e fácil de ler... Ótima leitura pras férias!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...