1.3.14

Resenha: Harry Potter e a Câmara Secreta

 
Harry Potter e a Câmara Secreta - J. K. Rowling
288 páginas


"São as nossas escolhas, Harry, que revelam o que realmente somos, muito mais do que as nossas qualidades."


Dando prosseguimento ao Desafio HP, esse mês foi a vez da releitura do segundo volume da saga, onde o bruxo, juntamente com Rony e Hermione, terá que descobrir o que está por trás dos terríveis ataques contra alunos mestiços que estão acontecendo em Hogwarts.

O livro começa com Harry praticamente prisioneiro na casa dos Dursley. Apesar de continuarem odiando o garoto, Walter e Petúnia temem os poderes recém-descobertos do sobrinho, portanto optaram por ignorá-lo ainda mais.
Harry estranhara o fato de que seus amigos não lhe escreveram uma mísera carta durante as férias, e já estava começando a duvidar da amizade deles. Contudo a explicação para essa falta de notícias tinha nome: Dobby, um elfo doméstico que estava interceptando as cartas.
Potter, por sua vez, descobriu isso quando Dobby apareceu em seu quarto a fim de alertá-lo para não voltar à Hogwarts pois um grande perigo o aguardava. Mas, por ser um elfo doméstico, ele não poderia dar detalhes sobre o assunto sem a autorização de seus patrões. Na verdade, ele nem poderia estar ali e por isso, toda vez que falava alguma coisa, em seguida se castigava batendo a cabeça no guarda-roupa e fazendo aquele estardalhaço. Acontece que os Dursley estavam, naquele momento, recebendo uma visita importantíssima e deram ordem a Harry que ficasse bem quieto em seu quarto, como se nem existisse. Mas o barulho todo feito por Dobby estava chegando até a sala, e isso ia irritando tio Walter cada vez mais.
Como se não bastasse, ao perceber que o bruxo não iria atender seu pedido de não voltar à escola, Dobby utilizou magia para deixar cair um bolo em cima de Harry, na frente das visitas. Foi o suficiente para o patriarca dos Dursley trancar Harry em seu quarto e proibí-lo, inclusive, de retornar à Hogwarts.
Mas, como era de se esperar, o garoto consegue chegar à escola depois de ser salvo por Rony, conhecer a Toca, roubar um carro voador e ser atacado pelo Salgueiro Lutador.

A partir daí o ano começa a transcorrer normalmente, tendo como novidade os novos alunos do primeiro ano, entre eles Gina Weasley - apaixonada por Harry - e Colin Creevey - fã de Harry- , e também o novo professor de Defesa Contra as Artes das Trevas, Gilderoy Lockhart, um bruxo narcisista e nem um pouco competente.
As coisas começam a complicar quando estranhos ataques contra alunos nascidos trouxas começam a ocorrer, e rumores de que a Câmara Secreta foi aberta apavoram a todos. Ao buscar mais informações sobre a tal Câmara, Harry se vê cada vez mais envolvido na história e acaba tendo que, mais uma vez, escapar do temível Lorde das Trevas.

Mais uma releitura de Harry Potter, mais uma oportunidade de reviver sentimentos muito bons vindos da época em que li o livro pela primeira vez...

Com relação à escrita de Rowling tenho que ser repetitiva porque, como sempre, está perfeita. E o mesmo pode ser dito sobre a criatividade da autora.
Dessa vez conhecemos a Toca, que é a casa da família Weasley, e dá muita vontade de morar nela! Eles têm um vampiro de estimação que vive no sótão, um jardim cheio de gnomos travessos e um relógio sem ponteiros mas que mostra informações como, por exemplo, quando você está atrasado, o que seria bastante útil pra mim.
Dentre os personagens apresentados nesse volume, o mais insuportável, com certeza, é Lucius Malfoy. Nem Lockhart, com todo o seu egocentrismo, consegue ser pior que o odioso pai de Draco. E Dobby é o amor da minha vida! Tão bonzinho, tão engraçado, tãããão fofo! Com certeza vai ser um dos meus personagens preferidos pra sempre.
Obviamente eu já sabia o que estava por trás de todos os mistérios acerca do ataque aos alunos de Hogwarts, pois, como já disse, essa foi uma releitura do livro, mas é impressionante o quanto a trama da Câmara Secreta é super bem construída e instigante, mesmo pra alguém como eu, que não tinha motivos pra ser surpreendida. JK já começa a dar uma amostra de que a série de Potter não seria tão infantil quanto alguns poderiam pensar. A imagem que ela criou das pessoas petrificadas, por exemplo, é bem angustiante...

Sei que vocês já estão cansados de saber que sou Pottermaníaca de carteirinha, mas é impossível não se apaixonar por uma história que une magia, amizade, mistério, humor e a narrativa magistral de J. K. Rowling. Sendo assim, só me resta perguntar a quem ainda não leu nenhum livro da série: o que você está esperando?!

4 comentários:

  1. Foi meu primeiro livro de 2014 e simplesmente amei!
    Me apaixonei por Harry Potter em 2011 logo após o lançamento do último filme.
    Comprei minha coleção finzinho do ano passado e estou amando haha. Tô no quarto livro e assim como o filme, o terceiro é meu favorito!
    A Rowling é muito criativa como você disse e o Dobby... Ah, o dobby <3 <3




    www.bookecoffee.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu preferido é o 4º, tanto livro quanto filme, mas eu adoro todos os outros tb!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...