21.3.14

Resenha: O Tesouro da Encantadora


O Tesouro da Encantadora - Caroline Carlson
400 páginas


"Sei velejar e remar, e sou capaz de nadar mais de um quilômetro sem parar. Sei amarrar todos os nós que já foram inventados, e alguns que ainda não foram. Consigo escalar adriças, interpretar mapas e estou disposta a lutar. Passei a minha vida inteira sonhando em ser pirata, e farei tudo o que for preciso, juro!"


Certo dia, passeando pelo site da Editora Seguinte, vi a capa de O Tesouro da Encantadora entre seus futuros lançamentos e me apaixonei! Eu adoro capas bem trabalhadas, que parecem uma pintura, e essa é assim. Depois de ler a sinopse fiquei ainda mais interessada pela obra, já que eu adoro histórias de piratas ou que simplesmente se passam no mar. Vi que o lançamento seria no dia 31 de março e já fiquei esperando ansiosamente para colocar minhas mãos no primeiro volume de A Quase Honrosa Liga de Piratas, mas, eis que os ventos sopraram a meu favor e a Companhia das Letras me ofereceu a prova do livro para resenhar antes do lançamento. Pirei quando li o e-mail, pirei quando a Diana me disse que fui uma das sorteadas para receber a prova e pirei mais ainda com a leitura leve e empolgante do livro de Caroline Carlson.

Hilary Westfield nasceu para ser pirata. Porém, seu pai, o almirante da Marinha Real, James Westfield, está decidido a fazê-la se tornar uma dama da alta sociedade, e quando ela é rejeitada pela Quase Honrosa Liga de Piratas, que não aceita mulheres, acaba sendo obrigada a ingressar na Escola da Senhorita Pimm para Damas Delicadas.
Ela vai, levando consigo sua gárgula de estimação, e tendo como companhia a governanta da família, a senhorita Greyson. Durante a viagem de trem até a escola já temos vislumbres de alguma ação, porém as coisas ainda acontecem em um ritmo mais lento, me deixando cada vez mais ansiosa pela parte "piratesca" do livro.
Chegando na escola, a única coisa boa que acontece para Hilary é que ela conhece Claire, a filha de um vendedor de peixes que está empolgadíssima por ter sido aceita pela senhorita Pimm, e logo elas ficam amigas.
Mas nossa protagonista não desistiu da ideia de ser uma pirata e na primeira oportunidade que tem acaba se inscrevendo e sendo aceita por um pirata autônomo, chamado Jasper, para fazer parte de sua tripulação. E é aí que a coisa deslancha, pois eles estão atrás do maior tesouro do mundo, o tesouro da Encantadora, que é a responsável por criar objetos mágicos mas, no momento, está desaparecida.

Acho que já falei o bastante sobre o enredo desse livro, pois o mais legal é ir conhecendo as aventuras de Hilary por si só. Ela é uma personagem encantadora, bem mais que a própria Encantadora, que a gente descobre quem é lá pro final da história. Inteligente e determinada, ela chega a ser um exemplo de persistência! Outra personagem pela qual me apaixonei foi a Gárgula, que, indiscutivelmente, tem as melhores falas. Na verdade, todos os personagens tem qualidades, não tem nenhum insuportável, e até o vilão tem um tom irônico delicioso.
A narrativa segue o estilo de Douglas Adams e Lemony Snicket, porém mais infantil. Mas isso não significa que esse seja um livro bobo, pelo contrário, é uma obra que irá agradar crianças e adultos da mesma forma. Sabe aquele livro que te deixa feliz e que você ri o tempo todo? É exatamente esse o caso de O Tesouro da Encantadora.
Durante a narrativa a autora encontrou um espaço até para o romance, porém é um espaço bem pequeno, já que ela se concentrou mesmo foi nas aventuras da garota da alta sociedade que queria ser pirata. Você verá coisas absurdas acontecerem, como uma guerra com comerciantes de beterrabas enlatadas, mas nada está fora de lugar e cada acontecimento improvável parece completamente provável durante a narrativa de Caroline.
Apesar de ser uma série, o desfecho não deixa pontas soltas, encerrando de vez a história da busca pelo tal tesouro. Isso deixa claro que cada livro contará uma aventura totalmente independente, e se todas forem iguais a essa, ainda vem muita diversão pela frente.

Como eu disse no começo da resenha, eu li a prova do livro, cedida pela Companhia das Letras, e ele será lançado no dia 31 março. Mas a prova está tão caprichada que eu quero ver como esse livro vai ficar perfeito quando estiver totalmente pronto! Em cada começo de capítulo tem um pequeno desenho, e em cada final de capítulo tem recortes de jornais e cartas que complementam a história.
Uma coisa eu garanto, eu jamais enganaria vocês dando uma opinião falsa só porque eles me cederam o livro, então podem acreditar: reservem seu exemplar agora, porque O Tesouro da Encatadora é bom demais!

8 comentários:

  1. Fui no evento da Seguinte aqui em São Paulo, e lá eles divulgaram esse livro. Também fiquei apaixonada pela história, além de a capa realmente ser linda!
    Pena que não ganhei o sorteio :( mas em breve vou ter que comprá-lo, estou louca para ler.

    beeeijos

    depoisdeumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Wool! Você foi a escolha certa para receber a prova do livro! Você fala do livro de modo espontâneo e empolgante, fazendo com que o leitor tenha vontade de ler. Você não se perde na resenha, sabe bem dirigi-la sem deixá-la cambalear!
    Enfim, estou empolgado pelo dia 31 então! Quero esse livro, quero ler as aventuras de Hilary e checar as maravilhas que Caroline Carlson conseguiu criar!

    GabryelFellipeealgo.blogspot.com
    El Costa - Confins Literários

    ResponderExcluir
  3. Oi Mi!
    Estou louco por esse livro *-*
    Infelizmente a grana é curta para a quantidade de livros que eu quero ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Também tive esse amor à primeira vista com a capa desse livro, é linda demais. ♥ Adorei a resenha, estou ansiosa pelo lançamento do livro e é ótimo saber que minhas expectativas não serão frustradas. xD

    Beijos :D
    lui-lilymon.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adorei, Luísa! Espero que vc goste tanto quanto eu!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...