16.5.14

Resenha: O Caminho para Woodbury


O Caminho para Woodbury - Robert Kirkman e Jay Bonansinga
331 páginas


"Ele não consegue se lembrar de onde termina um irmão e começa o outro. [...] Ele olha para si mesmo e vê Philip Blake o encarando. Mas algo está errado. Philip também vê uma camada fantasmagórica sobreposta a seu rosto, um simulacro pálido e assustado chamado 'Brian'."

No segundo volume de The Walking Dead já começamos conhecendo novos personagens. Lilly Caul é uma jovem que, tentando sobreviver ao apocalipse zumbi acompanhada de sua amiga Megan, se junta a um grupo que está acampado na floresta. Nesse grupo ela conhece Josh Lee Hamilton e os dois logo se aproximam. Ambos nutrem um sentimento que ultrapassa a amizade, porém nenhum dos dois tem coragem de se declarar e seguem apenas como amigos. Lá também ela conhece Bob Stokey, um veterano de guerra, velho conhecido dos fãs dos quadrinhos e da série de TV. 
Depois de uns contratempos, Josh é expulso do acampamento e se vê obrigado a cair na estrada novamente. Mas ele não vai sozinho. Lilly, Bob, Megan e seu namorado o acompanham. 
No caminho, como era de se esperar, eles passam por vários percauços até que esbarram em um grupo que garante ter um lugar seguro para onde ir. E é só então que reencontramos o personagem que é o tema da série: o Governador. Lilly e seus amigos são levados à Woodbury e passam a viver na cidade, porém logo começam a desconfiar que ali talvez não seja tão mais seguro do que na estrada...

O Caminho para Woodbury conserva o mesmo tom do livro anterior. A leitura é bastante fácil e interessante, e os personagens continuam sendo tão bem construídos quanto em seu antecessor. 
O Governador se mostra um personagem cada vez mais rico e cheio de possibilidades. Depois do final bombástico de A Ascensão do Governador, onde descobrimos que Brian toma o lugar de seu irmão e se torna o novo e temível Phillip Blake, vemos que não restou traço nenhum do homem covarde e angustiado de antes. Em seu lugar agora existe um déspota que governa sua cidade com mãos de ferro e nenhuma piedade. 
Acho que os autores fizeram um ótimo trabalho não só com o Governador, mas com todos os outros personagens também. Lilly e Josh, que são dois dos que têm mais destaque nesse volume, tiveram suas personalidades moldadas com muito cuidado, e isso fica nítido conforme vamos avançando na leitura. Outro trabalho incrível de Robert e Jay foi a garota problema Megan. Dá pra sentir toda a angustia e falta de sentido na vida por trás de toda aquela rebeldia e irresponsabilidade que ela sempre demonstra. 
Além disso, esse é um livro para os fortes, já que o sangue jorra de suas páginas e as cenas estão cada vez mais brutais. Os zumbis não são mais a grande ameaça, sendo que o terror fica a cargo dos humanos.

Achei que esse livro não tem tanto a cara de roteiro do anterior, e isso foi muito bom. Inclusive, já vi várias opiniões de leitores que preferiram o primeiro, mas eu acho que O Caminho para Woodbury não deixou nada a desejar para A Ascensão do Governador. Eu gostei dos dois igualmente. 
Se recomendo a leitura? Claro! Leiam os livros, assistam a série de TV e, se vocês gostam de quadrinhos, leiam as HQs também, porque The Walking Dead é bom de qualquer jeito!

4 comentários:

  1. eu preferi o primeiro e o terceiro volumes. E pense numa raiva que me deu de Lilly, aff. ¬¬
    Acompanho a série e o quadrinho tb, sou viciada demais em TWD <3
    bjs, flor.
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou louca para ler o terceiro, mas tô me controlando pra comprar livros agora... Preciso ler os que tenho aqui primeiro!

      Excluir
  2. Não assisto a série e nunca li os livros. Parece legal, mas estou com a lista grande haha
    Gostei da resenha ;)
    beijos
    http://eu-ludmilla.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito legal sim, Ludmila! Assim que tiver um tempinho, dá uma chance pelo menos pra série deTV, que pramim é a melhor dos três (livros, série e HQ)!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...