4.7.14

Resenha: Amor nas Entrelinhas


Amor nas Entrelinhas - Katie Fforde
400 páginas


"- Então, como tem passado? - Perguntou Dermot.- Já se recuperou da viagem á ilha Esmeralda?
O riso na voz dele não estava ajudando o atual estado de seu coração.
- É claro,Do que eu teria que me recuperar?- Questionou Laura.
- Para começar, de beber copos cheios de uísque – disse ele. -Sem falar dos homens que precisou afugentar com uma vara. – Ela podia imaginá-lo recostado na poltrona, possivelmente rabiscando, divertindo-se com a provocação.
- Não precisei de uma vara.- Ela também estava sorrindo, mas não tinha certeza de que ele conseguiria perceber isso em sua voz.
- É verdade,eu estava manso feito um cordeirinho." 


Laura é uma garota introspectiva que trabalha numa livraria a qual logo irá fechar as portas para sempre. Pressionada pelo iminente desemprego, ela aceita participar da organização de um festival literário e terá que convencer Dermot Flynn, seu escritor preferido, a participar dele. Acontece que Dermot não está querendo facilitar as coisas e propôs um acordo à Laura: ele só irá no festival se a garota passar uma noite com ele.

Se ela aceita ou não, vocês terão que ler para descobrir, mas o fato é que essa proposta será o ponto inicial de uma história complicada e regida pela confusão de sentimentos.
O gênero que mais se afasta da minha zona de conforto é o romance, por isso vivo tentando achar uma história dentro dessa temática que me agrade, como um desafio que eu imponho a mim mesma. Porém, não foi dessa vez que eu caí de amores por um romance.
Além de ter achado a história de Fforde um tanto quanto machista, não me identifiquei com os personagens, sobretudo com os protagonistas.
Dermot é uma tentativa desastrosa de criar um personagem sensual. Ou você acha que propor sexo em troca de um favor é algo legal de se fazer?
Laura é uma pastel digna de virar BFF de Bella Swan. Sabe aquele tipo de pessoa que não se acha capaz de realizar nada de bom e que não acredita que alguém possa se interessar por ela? Essa é a tediosa protagonista de Amor.

Mas nem tudo está perdido. A escrita da autora é boa e muito clara, bem típica dos romances. Por isso mesmo acredito que aqueles que têm mais afinidade com o gênero podem gostar do livro.
Eu continuarei procurando um romance que me agrade, mas aconselho que você leia o livro de Katie Fforde. Afinal, nem sempre o que é ruim pra mim, será ruim também pra você, né?!

6 comentários:

  1. O nome da autora é mesmo Fforde? Eu achei que era erro na impressão! Haha, que nome esquisito. Enfim, esse livro parece muito interessante, me desanimei um pouco com a resenha, mas ainda quero lê-lo.

    Ótima resenha!

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O nome dela é estranho mesmo! hehe... Se vc gosta de romance, acho que deve dar uma chance pro livro, sim, viu?!

      Excluir
  2. Eu sou apaixonada por romances...mas sinceramente, não vi a pitada de romance na resenha acima..Também não acho que "trocar favores", ainda mais os desse nível seja algo considerado romântico. E vem ainda o fato da mocinha, ser realmente, uma mocinha ingênua. Odeio personagens assim, que são tontas de fato e não apenas se fingem de tontas.
    A premissa do livro é até boa, me lembrou um filme que não me recordo o nome..mas que foi sucesso de bilheteria.
    Pena que talvez não seja um bom livro.
    Um beijo....talvez eu leia..só talvez!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também achei muito nada a ver essa troca de favores deles...

      Excluir
  3. Hey o//

    Passando pra deixar uma comentário e um olá. Demorei pra passar por aqui e retribuir os comentários lá no blog, pois estava com minha mamy no hospital, mas agora estou vontando a passar por aqui!

    Tenha ótimos dias.
    Abraços da Angel;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que esteja tudo bem com sua mãe, Angélica! :)

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...