28.11.14

Resenha: Gone - O Mundo Termina Aqui


Gone: O Mundo Termina Aqui - Michael Grant
518 páginas


"– Então seu pai desaparece e você nem quer saber por quê? – perguntou Caine. – Interessante. Eu sempre quis saber quem eram meus pais de verdade.
– Deixe-me adivinhar secretamente você é um mago que foi criado por trouxas.
O sorriso de Caine foi frio. Ele levantou a mão com a palma para a frente. Um punho invisível acertou o rosto de Sam, fazendo-o cambalear para trás. Mal se segurou de pé, mas sua cabeça estava girando. Sangue escorreu do nariz".


Num minuto você está assistindo a uma aula chata, no outro todos com mais de 14 anos sumiram de repente. Imagine essa situação e me responda: quão desesperado você iria ficar? Pois é exatamente assim que Gone começa, e logo nas primeiras linhas já deu pra sentir que Michael Grant não estava de brincadeira quando escreveu essa história. 
Entre os que ficaram está Sam Temple, um garoto que já salvou os passageiros de um ônibus escolar quando seu motorista sofreu um mal súbito e que, mesmo com a fama de herói, prefere se manter distante dos holofotes. Acontece que Sam não é apenas um garoto comum, ele esconde um tipo de poder que o permite criar uma luz capaz de queimar quem é atingido por ela. Depois do desaparecimento da maioria da população, Sam se junta a Quinn, Edílio e a Astrid, uma bela garota, conhecida como Astrid Gênio. Ela tem um irmão, o Pequeno Pete, que também possui o poder, porém é difícil saber do que o garotinho é capaz já que ele é autista. 
Praia Perdida, então, passa a ser chamada de Lugar da Galera da Área Radioativa, ou simplesmente LGAR. 
Contanto, não ficou só gente fina elegante e sincera no LGAR, sobraram também alguns valentões bem mal intencionados, como os alunos da Academia Coates. Um deles, Caine, não se contentava em ser apenas o líder de seu grupo, mas queria a liderança de todo o LGAR. Ele também tinha o poder e estava disposto a fazer qualquer coisa para conseguir o que queria, até matar crianças inocentes... Além dele, também veio de Coates o temível Drake, um valentão extremamente cruel que só não tomou a liderança para si porque não era detentor de nenhum poder. 
Em meio ao caos gerado pelo sumiço coletivo e pelos desmandos de Caine, o pessoal de Praia Perdida ainda terá que enfrentar a ira de um inimigo misterioso que, ao que tudo indica, é capaz de dar asas a cobras (literalmente) e fazer coiotes falarem.

Eu quiz muito ler Gone e não me decepcionei! Michael Grant escreve de forma simples e competente, narrando os fatos de maneira empolgante, e o resultado é que não queremos parar de ler. Uma coisa interessante é que durante a narrativa ele faz menção a várias obras famosas, como no quote que citei ali em cima, se referindo a Harry Potter.
Confesso que o começo é um pouco lento, enquanto as consequências do sumiço geral começam a aparecer até quando os alunos da Coates aparecem. Depois disso conseguimos observar melhor as características de cada personagem e a história começa a tomar rumos bem empolgantes. 
Grant, inclusive, conseguiu nos proporcionar vários sentimentos com cada um de seus personagens. Sam, por exemplo, é o gente boa da galera. Achei muito bom o contraste entre suas atitudes de herói e sua relutância em ser visto dessa maneira. Outro que merece destaque, só que pelo lado negativo, é Drake. Gente, que vontade de bater naquele pirralho! Sabe uma pessoa má? Pois o Drake é muito pior... Tem outros também que valeriam alguns comentários, mas vou deixar vocês descobrirem por si só.

Ainda bem que eu fui esperta e já garanti os outros volumes da série porque assim que puder vou mergulhar na leitura de Fome. Se for tão bom quanto o primeiro, com certeza irá valer cada página!

8 comentários:

  1. Olá Michelly, como vai?

    Essa série chama minha atenção ao extremo, talvez porque é bem cruel e eu gosto bastante disso (rs). Só não leio porque ela é muito cara, mas to tentando trocar no Skoob. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb gosto de crueldade, Biel, mas só nos livros hein?! hehe... Com relação ao preço, fica de olho no Ponto Frio que lá costuma estar na faixa dos 30 e poucos. :)

      Excluir
  2. Não sabia que essa era a premissa do livro, mas gostei bastante. Acho que iria adorar, com certeza.
    Isso de todas as pessoas a partir de uma idade sumirem me deixou para lá de curioso. rs

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de novembro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ficamos curiosos mesmo! Quanto mais a gente lê, a agonia pra saber o que aconteceu só aumenta! Vou pro 4º volume já!

      Excluir
  3. Oi, Michelly,
    Já estou atrás desse livro há um tempão! Mas como é uma série ainda não comecei a investir, porque geralmente costumo comprar a série de uma vez só. Mas Gone é um daqueles livros que me apaixono logo de cara, a sinopse já é demais, e toda vez que leio uma resenha, fico com mais vontade ainda de ler! rsrsrs
    Achei que com a Black Friday pudesse dar um melhorada nos preços, mas Gone ainda está no mesmo. É uma pena mesmo...
    Abraços,
    Duda - My Little Wonderland

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ano que vem deve sair o último aqui no Brasil, aí vc pode comprar td de uma vez! Só o preço que vai ser meio salgado, porque esses livros são mais carinhos que o normal. Mas te digo uma coisa, valem a pena!

      Excluir
  4. Oi, Michelly! Como vai?
    Acho que nunca tinha ouvido falar de Gone, me pareceu muito interessante e fiquei SUPER curiosa! Argh. Pelo quote que você postou, a narrativa parece ser um tanto calma :3 E acho muito legal quando o autor menciona outras obras dessa forma. Espero poder ler muito brevemente.
    Beijinhos,
    Karol.
    http://heykarol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Karol! Olha, o livro tem momentos calmos, mas também tem momentos de muita quebradeira! hehe

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...