5.2.15

Eu Sou Fantástico: Elfo

No último Eu Sou Fantástico, pedi a opinião dos leitores sobre quais criaturas gostariam de ver aqui, e uma das citadas foram os Elfos. Tendo em vista que esse foi um pedido do Byel – um dos leitores mais assíduos do blog – , e que esses seres são um dos meus preferidos em toda a literatura fantástica, é sobre eles que falo agora! 
 

Os Elfos são semideuses com poderes mágicos, sempre descritos como belos e luminosos como o sol. Essa última característica advém da etimologia da palavra sol na língua nórdica, Alfrothul, que significa raio élfico. Por outro lado, o sol é fatal para os Elfos Escuros, os quais, segundo o historiador Snorri Sturluson, também são conhecidos como Anões.

Vindos da mitologia nórdica e céltica, esses personagens são muito presentes nas histórias medievais europeias, onde simbolizam os elementos da natureza, ar, água, fogo e terra. Eles vivem na floresta e quando não são imortais, aparecem como tendo uma vida extremamente longa. Sua maior habilidade é com o arco e flecha.

Existe uma lenda a qual diz que para convocar um elfo a pessoa deve espalhar folhas de espinheiro-cerval em um círculo e dançar dentro dele sob a lua cheia. Assim que ele aparecer, quem o chamou deve dizer “pare e me dê a benção” antes que ele fuja. Dito isso, o Elfo lhe concederá um desejo. 
 

A maior parte das histórias citam apenas os elfos do sexo masculino, sendo que a única elfa mulher que é encontrada frequentemente é a Rainha dos Elfos. Também na maioria das vezes, esses seres são vistos como sinistros e inclinados à práticas violentas, como estupro e assassinato. Porém, há uma parte da literatura a qual os descreve como pequenos, esquivos e travessos, mais parecidos com a figura das fadas. Às vezes são até considerados seres invisíveis. Entre os autores que deram essa imagem mais frágil aos Elfos, está Shakespeare.

Entre os Elfos mais famosos do mundo estão os criados por Tolkien, um dos primeiros autores a introduzir tais personagens em seus livros. Em O Senhor dos Anéis, eles são caracterizados como belos, sábios, poderosos e fascinantes. Um dos personagens de maior destaque na saga é, inclusive, o elfo Legolas Verdefolha.

No Brasil, a maior parte das referências à esses seres está na literatura fantástica contemporânea como por exemplo nas obras de Marcello Salvaggio e Cláudio Villa. 
 

Como falei no começo do post, tenho uma admiração especial por essas criaturas belas e poderosas. Talvez grande parte dessa identificação tenha sido originada pelo meu amor à Legolas, que é um dos meus personagens preferidos da vida! Também por isso, não consigo imaginar os Elfos como seres maus ou inclinados à violência desmotivada, como parte da literatura os descreve. Prefiro imaginá-los apenas como seres implacáveis na busca pela justiça e pela defesa da natureza, e perigosos na medida em que se sentem ameaçados. Se eu fosse uma criatura fantástica, com certeza seria uma Elfa!

Continuem dando sugestões sobre personagens que vocês querem ver por aqui, viu?! Até o próximo Eu Sou Fantástico!
 

5 comentários:

  1. Oi, Mi.
    Também tenho uma admiração por criaturas assim e acho fantástico elfos.
    Adorei as imagens também \o

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 3 ganhadores e você escolhe o livro que deseja ganhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que vc gostou! Os Elfos têm seu charme, né?!:)

      Excluir
  2. As pessoas confundem elfos com fadas e poltergeist !!! Os elfos são sábios, na minha opinião, e seres de luz que exprimem os quatro elementos, como disse ai!
    Curti demaaais o post e saber mais sobre esses seres magníficos! Demorei pra vir aqui, to meio fora de órbita! Vou fazer um circulo com espinheiros e dançar no centro pra pedir a benção de um deles - kkkkkkkkk

    um ser fantástico, mas verdadeiro que poderia ser falado, sabe, acho que Anjos♥♥♥

    gabryel fellipe - quimeras mirabolantes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou falar sobre os anjos, Byel! Pode aguardar! ;)

      Excluir
  3. Os Elfos são, normalmente, tratados no masculino, e sob formas bélicas, quer na mágica, quer na guerreira, como arqueiros. As Fadas são, normalmente, tratadas no feminino, com beleza e graciosidade. Eu gosto de considerá-los como sendo o masculino e o feminino de um mesmo género de seres. Tenho até ideias minhas que fui formulando ao longo do tempo.

    Luis Costa (https://www.facebook.com/pimentelcosta)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...