5.5.15

Eu sou fantástico: Sereias

Conquistadoras e perigosas, as sereias marcam presença em muitas obras da literatura fantástica. Às vezes belas, às vezes assustadoras, o que todos concordam é que os marinheiros desavisados que navegam em águas habitadas por esses seres correm um sério risco de morte. Quer saber mais sobre elas? É só continuar lendo esse post!
 

As sereias são seres mitológicos descritos como uma criatura em parte mulher, em parte peixe. Alguns escritores antigos as descreveram como metade mulher, metade ave, porém essa caracterização está restrita às lendas antigas, em desuso hoje em dia. Tendo como pai o rio Achelous e como mãe a musa Terpsícore, elas habitam os rochedos espalhados por oceanos navegáveis.

Na maioria das vezes são definidas como muito bonitas, assim como possuidoras de uma bela voz usada para encantar os tripulantes dos navios para que esses colidissem com os rochedos e afundassem. Para salvarem-se os marinheiros podem colocar cera nos ouvidos ou amarrarem-se ao mastro do navio, a fim de não sucumbirem à doçura de suas vozes.

Na cultura contemporânea, as sereias são, muitas vezes, símbolos de sexo e sensualidade. Porém, antigamente elas representavam o castigo dado àquelas que ofendiam a deusa Afrodite.


No folclore brasileiro, a sereia mais famosa é Iara, também conhecida por Uiara ou Mãe D'Água. Ela vive no rio Amazonas, sua pele é parda, possui cabelos longos, verdes e olhos castanhos.

Porém, Iara nem sempre foi descrita dessa maneira. Entre os séculos XVI e XVII a personagem era retratada como um homem metade peixe chamado Ipupiara, o qual devorava os pescadores. Somente no século XVIII Ipupiara vira a sedutora Iara.

Pescadores de toda parte do Brasil, de água doce ou salgada, contam histórias de moços que cederam aos encantos da bela Iara e terminaram afogados de paixão. Ela deixa sua casa no leito das águas no fim da tarde. Surge sedutora à flor das águas: metade mulher, metade peixe, cabelos longos enfeitados de flores vermelhas. Por vezes, ela assume a forma humana e sai em busca de vítimas.

Olavo Bilac, um dos maiores poetas de todos os tempos, escreveu um poema dedicado à Iara, onde descreve perfeitamente a sereia.


Eu sempre gostei muito de histórias de sereias, e a lenda de Iara era minha preferida na infância. Perdi as contas de quantas vezes obriguei meus pais a repeti-la pra mim! Hoje em dia não leio muitos livros com sereias, mas tem alguns na fila com essa criatura como protagonista.

Vocês gostam de histórias de sereias? Me contem! Querem ver alguma criatura em particular aqui? Me conte também!

6 comentários:

  1. Nossa, muito obrigada por me lembrar da história da Iara. Eu tinha esse livrinho aqui em casa, e o reli diversas vezes, juro que nem passava mais pela minha cabeça. Sempre gostei de sereias, mas não do contro da Pequena Sereia, e sim sereias como as das histórias de Os Piratas do Caribe, ou os Sereianos do lago negro de Harry Potter (que não sei se encaixam, mas enfim). Adorei teu post, e conhecer um pouco mais desses seres, aliás, essa coluna é a minha preferida do seu blog. Beijos
    Desfocando Ideias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto da Pequena Sereia, Nat! E com certeza os sereianos se encaixam aqui!

      Excluir
  2. Oi, Mi!!
    Gostei da postagem. Acho que nunca li nenhum livro de sereias... Só infantis, claro.
    Mas taí um tipo de personagem que poderia ser melhor explorado, né?
    E nossa, não fazia ideia que Olavo Bilac escreveu com essa temática. Eu sempre fico mais inteligente quando visito seu blog rsrsrs

    Beijos

    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb acho que poderiam ser melhor explorados, Sô. Imagina o tanto de história criativa que essas criaturas poderiam render! E se meu blog te deixa mais inteligente, seus comentários me deixam mais feliz! :)

      Excluir
  3. eu quando era um menino eu as vez as oprocurava as sereia mais eu não vis nem uma delas e fui em bora pra cascavel minha cidade natal eu fiquei muito triste e eu sempre penso muito na sereia eu sempre fui apaixionado alucinado por sereia lol

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...