19.6.15

Resenha: A Música do Silêncio


A Música do Silêncio - Patrick Rothfuss
144 páginas


"Quando acordou, Auri soube que tinha sete dias.
Sim. Tinha certeza. Ele chegaria para uma visita no sétimo dia.
Um longo tempo. Longo para esperar. Mas não muito longo para tudo o que precisava ser feito. Não se ela fosse cuidadosa. Não se quisesse estar pronta."


Sou completamente apaixonada pelos livros de Patrick Rothfuss que contam a história de Kvothe, tanto O Nome do Vento quanto O Temor do Sábio. Mas tem uma personagem de sua história que também me encantou desde o primeiro momento em que apareceu: Auri. Agora imaginem minha empolgação quando fiquei sabendo que o autor havia escrito um conto sobre ela! Queria ter lido antes, mas só agora tive a oportunidade, e posso adiantar pra vocês que minha admiração por Rothfuss aumentou vertiginosamente depois de A Música do Silêncio.

O livro narra um pouco da rotina de Auri nos subterrâneos. Como ela é a única pessoa da história, encontra nos objetos sua fonte de interação. O mais curioso é que ela os trata com tanta delicadeza que acabamos enxergando os objetos como personagens secundários da história, como se eles tivessem voz e vontade próprias. Pelo menos Auri acredita nisso...
E ela mostra um domínio completo daquele ambiente cheio de becos e lugares sombrios, e aos poucos começamos a acreditar que existe um pouco de luz ali, passamos a achar que, talvez, os subterrâneos não sejam um lugar tão ruim para se viver. Mas no fundo entendo que a luz daquele lugar tem um corpinho miúdo, cabelos loiros e, o mais importante, um nome.

Não espere ação dessa obra, você não terá. O máximo de conflito nesse livro é aquele que se passa dentro de Auri. Também não espere encontrar os personagens de Crônica do Matador do Rei, porque eles não aparecem nem são citados, com a exceção de um. Na verdade, Auri pensa o tempo todo sobre um "ele", mas cabe ao leitor tirar suas conclusões sobre de quem se trata. Pra mim é muito claro quem "ele" é, portanto espero que o próximo livro da série principal, que deverá se chamar As Portas de Pedra, faça alguma ligação com aquele final arrebatador.
A narrativa exala poesia e sensibilidade, é emocionante e linda. Linda no sentido mais completo da palavra. Quem diria que a descrição da confecção de um sabonete iria me prender? Mas prende, porque, no fundo, aquele sabonete representa muito mais do que algo que Auri usará para se lavar. Representa o cuidado e a dor da garotinha. Representa o mundo pra ela, então acabou representando o mundo pra mim também.
A capa, como todas as outras desenhadas por Marc Simonetti, é um atrativo à parte. A diagramação está ótima e temos várias ilustrações espalhadas pelas páginas do livro. E pra completar, depois de acabada a história, Patrick nos chama para uma conversa franca, onde ele nos conta como surgiu A Música do Silêncio, quais suas impressões sobre ela e nos emociona muito, demonstrando um carinho imenso com seus leitores. Talvez ele seja um pouco Auri, ou a Auri seja um pouco ele...

Falo uma coisa pra vocês: estou ainda mais apaixonada por Auri depois dessa história. E o que dizer de Rothfuss?! Sempre falo que ele é o próximo Martin, porém mudei minha opinião depois desse livro. Agora sei que ele não é o próximo ninguém, ele é um autor único e quase perfeito - quase só porque ninguém é perfeito -, o qual vai marcar seu nome na história independente de ter um talento parecido com qualquer outro, ele vai ser inesquecível por conta própria. Não será o próximo Martin, ou o próximo Tolkien. Os outros é que serão os próximos Rothfuss.
 

4 comentários:

  1. Amei a resenha! Deu vontade de ler kkkkk
    Espero que supere minhas espectativas!

    Beijos!
    www.naoleia.com

    ResponderExcluir
  2. Michelly, também gostei deste livro, mas em minha opinião o conto A Árvore Reluzente, que tem como personagem central o Bast, é bem melhor. Tomara que você goste tanto quanto eu !

    bomlivro1811.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou lendo O Príncipe de Westeros e mal vejo a hora de chegar nesse conto, Maurilei!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...