14.7.15

Conhecendo: House of Night

PS: o Conhecendo é uma coluna que busca apenas apresentar séries e trilogias a fim de que os leitores fiquem, ao mesmo tempo, mais familiarizados e menos perdidos frente a tantas dessas coleções existentes por aí. Como muitos leitores do blog têm confundido, achei por bem deixar claro: isso não é uma resenha (tanto porque eu nem li algumas das obras que apresento nessa coluna)! :)

Pode-se dizer que a série House of Night foi escrita em família, já que traz como autoras a americana P. C. Cast e sua filha, Kristin Cast. Pois é sobre essa saga que o Conhecendo de hoje irá se debruçar.


A história é centrada em Zoey Redbird, uma adolescente de 16 anos, marcada pela deusa Nyx, que é a própria personificação da noite. Por causa disso ela se muda para a Morada da Noite, onde passará por um período de transformação. Graças à essa mudança, Zoey deixa para trás os amigos, o namorado e a família, que consiste num padrasto hipócrita, uma mãe submissa e dois irmãos problemáticos.

Por ser marcada por Nyx, a protagonista possui afinidade com todos os cinco elementos, ar, fogo, água, terra e espírito, o que é algo quase inétido e coloca a garota numa condição especial. Em seu novo lar, ela será treinada para assumir a personalidade de uma vampira. Porém, como era de se esperar, essa adaptação numa nova vida não será tão simples assim... Zoey tem duas opções: ou obtém sucesso na sua transformação como vampira ou morre, no caso de seu corpo rejeitar a mudança.


Lançada originalmente em 2007 nos Estados Unidos, a série abarca 12 livros, que são: Marcada, Traída, Escolhida, Indomada, Caçada, Tentada, Queimada, Despertada, Destinada, Escondida, Revelada e Redimida.


Rumores sobre um possível filme circulam desde 2011, porém não há nenhuma informação oficial até o momento.

6 comentários:

  1. Pois é... Eu li os três primeiros livros dessa coleção.
    Não vou dizer que não gostei, mas também não está na minha lista de queridinhos e não sei se vou querer ler os outros, a não ser que ganhe de presente rs.
    A Zoey me irrita um pouco sabe...
    Bjs
    http://letrasdanana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já ouvi falar que a Zoey é irritante, Mari, mas como ainda não li, não posso dar minha opinião... :)

      Excluir
  2. A premissa da série é até interessante, mas a quantidade de livros me desanima. Não por preguiça de ler, mas por receio que o bom nível não seja mantido nas obras.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb tenho esse receio com séries muito grandes...

      Excluir
  3. Michelly, comecei a ler essa saga em 2010 e conseguir ir até o sétimo! Hahaha Mas depois abandonei, porque não consegui. Foram inúmeros fatores, e eu sabia que a série teria mais volumes (e meu pessimismo me obrigou a pensar que ficaria na enrolação dos últimos sete). Os personagens são até legais, mas a autora tentou colocar uma ''informalidade'' que soou forçado nesse meio de vampiros, deuses etc. Se parar pra pensar, ao mesmo tempo que a trama é bem bolada, é muito viajada também. E quanto ao filme, sinceramente eu não vejo razão nem capacidade pra isso. Se eu me lembro bem, até o sétimo livro havia se passado UM MÊS de história, desde o primeiro. Como fariam um filme por ano com esse período de tempo tão curto? Desculpa se isso foi um spoiler hahaha No geral, eu não aconselho a ler. A não ser que a pessoa esteja começando, daí pode até ser bom essa série pra ela se apegar a livros.
    Abraços,
    Matheus.
    armadaescrita.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei a análise, Matheus! Ainda não li nenhum livro dessa série, mas é bom quando as pessoas dão sua opinião honesta, assim os leitores têm uma ideia melhor sobre o que os aguarda. :)

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...