9.9.15

Listas: livros pra primavera

Setembro já chegou e logo logo começa a primavera! Sei que não estou cumprindo minhas metas literárias, mas garanto que não é por falta de vontade. Estou realmente trabalhando muito, aí quando chego em casa tô tão cansada que começo a ler e durmo em cima do livro... Mas esse mês, espero, as coisas voltam ao normal e eu vou fazer de tudo pra concluir a leitura dos livros que separei pra estação mais linda do ano!

1. Elantris


Esse fazia parte da meta de inverno e eu já até comecei a ler, mas como ele é enoooorme e eu não cheguei nem na metade, vale pra primavera também. Elantris fala de um país onde antes existiam seres vistos como divinos, mas que hoje não passam de sombras amaldiçoadas daquilo que foram no passado. E o príncipe Raoden é uma dessas pessoas. Enquanto ele é jogado em Elantris, sua futura esposa pensa que o jovem príncipe morreu. Nesse ínterim, chega à cidade um líder religioso trazendo duas opções para o povo: conversão ou morte. Com jogos políticos e um pouco de romance, Elantris promete ganhar um lugar especial em meu coração. Veremos!

2. Máscara


O autor de Máscara é o mais novo parceiro do Mais Uma Página, o que me fez muito feliz visto as tantas críticas positivas que seu livro reúne. Inspirado em sucessos de bilheteria como Jogos Mortais e Silent Hill, essa obra traz um tipo de jogo que ocorre num mundo chamado Domus cuja moeda que o alimenta, como a própria sinopse do livro diz, é a morte. Tenho altas expectativas para esse livro, que parece ter tudo pra entrar na lista de melhores nacionais lidos esse ano. Assim que terminar Elantris, já pego ele correndo!

3. A Morte da Luz


Há muito tempo quero ler o primeiro livro de George R. R. Martin. Aliás, eu quero ler tudo de Martin, mas minha curiosidade pelo que o autor fez no seu primeiro trabalho já está quase insuportável. Portanto, faço uma promessa aqui: faça chuva ou faça sol, vou ler A Morte da Luz na primavera! O livro é ambientado num país moribundo cujas cidades estão se acabando aos poucos e onde uma guerra parece ser inevitável. Como ele é de ficção científica, espero algo bem diferente dos outros livros do autor, porém com a mesma qualidade. Tomara que eu não me decepcione.

4. Ruas Estranhas


Apesar de o nome de Martin aparecer na capa de Ruas Estranhas, ele é praticamente apenas um chamariz, visto que não é escrito pelo autor, mas sim editado por ele. O máximo que Martin faz é escrever a apresentação da obra. Mas, se ele gostou das histórias que foram selecionadas, há grandes chances de eu gostar também. Os 16 contos têm seu foco em criaturas das trevas, como vampiros, zumbis e lobisomens. Só espero que esses personagens sejam sombrios como tem que ser, não por eu não gostar de ver esses seres serem mais romantizados, mas sim porque é exatamente isso o que espero de uma seleção de Martin.

5.Sonho Febril


Mais um de George Martin. Sei que corro o risco de ter uma overdose de Martin, mas eu preciso ler esse livro! Desde que fiquei sabendo que a LeYa tinha comprado os direitos desse livro, há mais de um ano atrás, tenho esperado seu lançamento. Agora lançou e eu mal posso esperar pra conhecer o ponto de vista do meu autor preferido sobre vampiros. De uma coisa eu sei: com certeza eles não brilham.

6. Silo


Silo me chama a atenção desde que foi lançado. Não me lembro de ter lido uma resenha sobre ele que não tenha sido positiva, o que é bom e ruim ao mesmo tempo. Bom porque indica que a história é realmente boa, ruim porque faz com que minhas expectativas sejam muito altas, o que pode fazer com que eu me decepcione. Mas é melhor acreditar que não vai decepcionar, que eu vou amar e vou querer comprar o segundo volume correndo. Sua trama num mundo praticamente inabitável parece ter a dose certa de ação e mistério para que uma distopia seja bem sucedida. E como adoro distopias, pelo menos essa história tem tudo pra ser um prato cheio pra mim!

7. O Império Final


Esse é o primeiro volume da já aclamada série Mistborn. Digo já porque em pouco tempo que essa história começou a ser lançada ela arrebanhou milhares de fãs. Vira e mexe alguém me diz que é pra ler, que vou amar, que é a minha cara. Pois então veremos se é mesmo. A narrativa acontece num mundo governado por um tirano, onde o protagonista é um rapaz que consegue fugir da prisão brutal desse governante. Magia e vingança misturam-se criando, o que todos garantem, uma obra magistral, escrita pelo mesmo autor do Elantris ali de cima. Sinto cheiro de livro bom no ar...

8. O Lago das Sanguessugas


Já faz um tempo que estou enrolando pra ler o terceiro volume de Desventuras em Série, mas na primavera ele não me escapa. Como ele é pequeno e fácil de ler, acabo passando outras obras na frente e a continuação da saga dos Baudelaire vai ficando pra trás. Depois de conseguirem escapar de Conde Olaf duas vezes, parece que a próxima aventura dos órfãos é junto de uma tia chamada Josefine. E o que a sinopse promete é que entre os ingredientes dessa nova história escrita por Snicket estão um furacão, uma boneca, pepinos e, obviamente, sanguessugas. Estou curiosa pra ver no que essa mistura vai dar.

9. Dia 21


Pelo que vi por aí, fui uma das poucas que gostou tanto do primeiro volume de The 100 quanto do seriado. Eles são realmente muito diferentes, mas achei isso positivo, visto que a história do livro funciona bem na literatura e a do seriado funciona bem pra TV. Lógico que gosto quando as adaptações são fiéis, mas elas não seguirem exatamente o que fala o livro não é algo que me incomoda tanto. Pois já está passando da hora de ler o segundo volume da série e ver se o rumo da história será tão trágico quanto o da adaptação.

10. Toda Luz que Não Podemos Ver


A obra de Anthony Doerr narra o período da Segunda Guerra através dos olhos de duas crianças, uma delas cega. Ao que tudo indica, o caminho deles se cruza num determinado momento, prometendo muitas lágrimas aos leitores. Só quero ver se vai me fazer chorar, pois já aviso que é difícil, hein... O que espero dessa história é que ela seja sensível e traga muitos ensinamentos. Se a sinopse for verdadeira acho que é exatamente isso que vou encontrar.

4 comentários:

  1. Elantris achei muito bom, agora O Império Final por enquanto é o melhor livro de fantasia que li até hoje em minha opinião.

    bomlivro1811.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, Michelly! A capa de Toda Luz Que Não Podemos Ver é linda, mas apesar de ter visto vários comentários positivos sobre esse livro, a história não me chamou a atenção. Vou aguardar sua resenha dele. Boas leituras! Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece ser bem triste e até meio angustiante, mas eu gosto de livros assim! hehe...Pode deixar que eu te conto tudinho na resenha! ;)

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...