31.10.15

Crítica: Desventuras em Série


Desventuras em Série - Brad Silberling
108 min.


Bom dia, gente! Estou animada pra começar essa que será minha primeira análise de uma adaptação cinematográfica aqui no blog. :) E resolvi começar com um filme lançado em 2004, mas que só assisti agora, quando terminei de ler os três primeiros volumes da série, que são os abarcados nessa produção.

Desventuras em Série mostra a vida dos Baudelaire, três crianças que ficaram órfãs depois de perderem os pais num incêndio que também destruiu a casa onde eles moravam. Violet, a mais velha, adora inventar coisas; Klaus, o irmão do meio, tem paixão pela leitura; e Sunny, a mais nova, passa o tempo mordendo as coisas.
Como não possuem parentes próximos, os três acabam indo morar com o desagradável Conde Olaf. Na verdade, "desagradável" é um eufemismo para definir o homem, cuja única intenção é roubar a fortuna dos Baudelaire.

Como falei ali em cima, o filme é baseado nos três primeiros volumes da série, portanto também aparecem personagens dos livros 2 e 3: tio Monty, um pesquisador de répteis, e tia Josephine, uma viúva medrosa. E a forma com que é feita a transição entre os tutores dos Baudelaire foi uma boa saída para ligar uma história à outra de forma rápida.

Contudo, mesmo com a brilhante participação de atores renomados como Jim Carrey e Meryl Streep, o filme não conseguiu me prender, me passando uma impressão de vazio, algo sem conteúdo, superficial. Acho os livros ótimos no que diz respeito à uma leitura para crianças, mas não consegui achar a adaptação boa nem para os pequenos, é bobo demais.
Há também a participação de Jude Law, que faz o próprio Lemony Snicket, narrando os fatos. Esse foi um recurso que gostei. O ator parece com o Lemony que imaginei, além do mais gosto de filmes onde o narrador aparece como alguém que está realmente contando sua história.
Na verdade, gostei também da escolha dos outros atores, todos se parecem com o que imaginei ao ler os livros.

Uma coisa que me incomoda em adaptações são os spoilers que elas soltam esporadicamente. Por isso, por exemplo quando se trata de filmes inspirados numa série como é o caso desse, prefiro começar a assistir só depois de terminar de ler todos os livros. Mas dessa vez eu estava tão curiosa que só li os 3 primeiros volumes e fui correndo assistir ao filme. Tudo bem que "correndo assistir ao filme" não é a melhor frase pra falar de algo lançado há 11 anos atrás, mas vocês entenderam.
Fato é que tem alguns elementos durante as cenas que me pareceram um grande spoiler de uma possível relação dos pais dos Baudelaire com seus tutores, o que deu margem pra que eu imaginasse aonde a história dos livros vai chegar.
Não só não gostei disso como achei desnecessário, visto que tais revelações não têm relevância nenhuma pro desfecho do filme.

Infelizmente, minha opinião final é de que essa é uma adaptação que não tenho vontade de assistir novamente. Espero que a série que está sendo produzida pela Netflix seja melhor.

4 comentários:

  1. Nunca li os livros, mas até gosto da historia, mesmo não lembrando de muita coisa. Ah, eu também espero que a serie da netflix seja boa :)
    http://os-jovens-leitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez eu teria gostado mais se não tivesse lido os livros, né...

      Excluir
  2. Aco que nunca assisti esse filme inteiro... quem sabe um dia eu dê outra chance para o Lemony, muitos já me falaram que Desventuras em Série é muito melhor que Só Perguntas Erradas (ainda bem)

    Leitor Antissocial (tá rolando sorteio.. só dar uma fuçada lá)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto mais de Só Perguntas Erradas... kkkkkkk

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...