O inverno está chegando

Livros de As Crônicas de Gelo e Fogo e outros que se relacionam

Em 1996, um americano chamado George Raymond Richard Martin lançava o primeiro volume da obra que o consagraria como um dos maiores autores de fantasia do mundo. Mas Martin já havia escrito muitos livros antes de Guerra dos Tronos, tendo inclusive ganhado vários prêmios por eles. Um fato curioso sobre o autor é que quando ainda era criança, ele escrevia histórias de monstros e as vendia para outras crianças, além de promover sessões de leitura dramática. Apenas por essa breve biografia fica claro que George Martin nasceu para criar histórias e nos encantar com elas, e é exatamente isso o que ele faz.

Voltando a 1996, era lançado Guerra dos Tronos, o primeiro volume da saga As Crônicas de Gelo e Fogo, a qual 14 anos mais tarde se tornaria uma das séries de TV de maior sucesso da história.

A trama começa com o rei Robert Baratheon chegando em Winterfell, um dos Sete Reinos de Westeros, a fim de convidar o Senhor daquele lugar e seu velho amigo Eddard Stark para ser a nova Mão do Rei, um misto de conselheiro com Primeiro Ministro. Ned, como será chamado durante a maior parte da trama, acaba aceitando e parte para Porto Real com suas filhas. Seus filhos homens ficam em Winterfell, exceto o bastardo Jon Snow, que vai para a Muralha servir na Patrulha da Noite.

A Patrulha fica no extremo norte de Westeros e tem a função de proteger o continente dos perigos das terras além da Muralha, um território selvagem onde as lendas parecem ser reais. Longe de seu período de glória, essa ordem militar resiste graças ao envio de criminosos cumprindo pena e outros párias como lordes fracassados, filhos indesejados ou bastardos.

Já em Porto Real, Ned começa a investigar a morte de Jon Arryn, a Mão anterior, pois tem motivos para acreditar que ela foi arquitetada pelos Lannister, família da rainha Cersei. Por causa disso, o Stark ganhará inimigos perigosos que podem colocar em risco sua vida e de sua família. Começa assim, uma guerra inicialmente velada e repleta de intrigas cujo objetivo é um só: conquistar o Trono de Ferro.

No decorrer dos cinco livros já lançados, os leitores acompanharão a guerra tomando forma, o caos sendo instalado e um perigo ainda maior ressurgindo nas terras além da Muralha, perigo esse que pode significar o fim da raça humana, os Caminhantes Brancos. Segundo a lenda, essas criaturas milenares trazem a destruição total e o inverno sem fim, mas muitos não acreditam em sua existência visto que Westeros não sofre essa ameaça há um longo tempo.

Além dos Stark e dos Lannister, existem muitas outras famílias importantes e que terão participação nessa disputa pelo Trono, entre elas os próprios Baratheon, linhagem do rei, os ricos Tyrell, os indomáveis Martell, os oportunistas Greyjoy, entre inúmeras outras Casas, como são chamadas essas famílias. Uma das Casas mais relevantes são os Targaryen, linhagem dos antigos reis de Westeros, cujo último de seus soberanos foi deposto por Robert Baratheon. Mas o que o atual rei não esperava é que dois remanescentes dessa família, Viserys e Daenerys, conseguiriam fugir para outro continente e dariam ensejo a um plano para reconquistar o Trono. Plano esse com grande potencial de ser bem-sucedido.

Personagens desaparecerão com a mesma facilidade que surgirão, sendo que grande parte dará adeus de forma extremamente trágica. Os capítulos revezam entre os pontos de vista daqueles que se destacam, o que é ótimo para que o leitor tenha a oportunidade de conhecer todos os lados da história, podendo chegar às suas próprias conclusões sobre os acontecimentos, sem sofrer a influência da narrativa do autor ou de um único personagem.

As Crônicas de Gelo e Fogo é uma série violenta, permeada de temas difíceis como o incesto, o estupro, a guerra, a morte. É uma saga de fantasia que, apesar de ter dragões e outros seres mágicos, é centrada em elementos reais, em conflitos políticos e na dicotomia entre bem e mal inerente ao ser humano.

Contando com cinco livros, a saga aguarda há quase sete anos sua continuação, que receberá o título de Os Ventos do Inverno. Recentemente, Martin avisou, através de seu blog pessoal, que o sexto livro não ficará pronto em 2018. Também de acordo com o próprio autor, serão ao todo sete volumes. As obras são realmente grandes, mas o texto cativante aliado às reviravoltas e cliffhangers espalhados durante nosso percurso em Westeros, fazem com que a leitura seja relativamente rápida e muito gostosa. É o tipo de livro que 'prende o leitor', como costumamos dizer.

Várias obras foram lançadas trazendo alguma relação com Gelo e Fogo, sendo que algumas delas estão representadas na foto acima que, além da saga principal também traz O Mundo de Gelo e Fogo, quase uma enciclopédia da história dos continentes criados por Martin; Game of Thrones - Por Dentro da Série da HBO, focado nas duas primeiras temporadas da série de TV; O Cavaleiro dos Sete Reinos, o qual reúne três histórias passadas cerca de cem anos antes do início de As Crônicas de Gelo e Fogo; por fim, O Príncipe de Westeros e Mulheres Perigosas, duas coletâneas que reúnem contos de vários autores sendo um deles histórias de Westeros, escritas por George R. R. Martin, sendo que ambas fazem parte da obra O Mundo de Gelo e Fogo.

Existem ainda outros livros ligados à Guerra dos Tronos e seus subsequentes, como um segundo volume de Por Dentro da Série da HBO cujo foco são a terceira e quarta temporadas; um Atlas das Terras de Gelo e Fogo; um compêndio de frases de um dos personagens mais queridos de Crônicas, A Filosofia de Tyrion Lannister; um conto infantil chamado O Dragão de Gelo; além de vários quadrinhos. Em novembro será lançado nos EUA, Fire and Blood, um compilado das lendas de Westeros focando nos reinados Targaryen. Esse último ainda não tem previsão de publicação no Brasil, mas levando em consideração o sucesso da saga, os fãs podem ficar sossegados porque, com certeza, em breve teremos a obra aqui também.

Depois de várias promessas de Martin de se concentrar no final da saga, só resta aos fãs esperar que Os Ventos do Inverno chegue logo às livrarias. Enquanto isso existem muitas outras obras do autor para matarmos a saudade de sua escrita magistral. E se você ainda não leu A Guerra dos Tronos, me diz: o que está esperando?

Comentários

  1. Acompanho somente a série. Tenho duas temporadas para assistir. Adorei a resenha, bem explicativa e detalhada.
    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Emerson!
      Eu amo a série tb, mas como costuma acontecer, prefiro os livros! :)
      Muito obrigada! Fico feliz que tenha gostado!
      Beijos!

      Excluir
  2. Oi, Michelly! Eu devorei os livros e, embora soubesse que "Os ventos do inverno" ainda não estava pronto, não achava que ele ia demorar tanto pra ser publicado. A história criada por George R. R. Martin se tornou tão grandiosa que eu juro que tenho medo que ele decida que os dois livros que faltam não são suficientes para encerrar a saga... Imagina se ele resolve que vai precisar de mais uns 4 livros??? Afinal, acontecimentos que parecem ser importantes só começaram a aparecer em "O festim dos corvos" e em "A dança dos dragões"... Vamos torcer pra que o autor consiga finalizar a trama nesses dois livros que faltam e que os lance o quanto antes! Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucas!
      Eu esperava uns 5 ou 6 anos de demora, mais ou menos o que ele demorou entre O Festim e A Dança, mas pelo visto nossa espera dessa vez será tão longa quanto o último inverno de Westeros! hehe...
      Deus nos livre dele inventar escrever mais dois livros. Não que eu não gostaria de mais história, mas eu quero saber o final, e se já tá complicado faltando dois volumes, imagina se faltarem quatro!
      Beijos!

      Excluir

Postar um comentário